Documentos Civis versos Documentos Religiosos. Qual a diferença? Saiba mais
anúncio

Documentos Civis versos Documentos Religiosos

Documentos Civis versos Documentos Religiosos.

Como vimos anteriormente, existem dois tipos de documentos que indicam o nascimento de uma pessoa na Itália. Documentos Civis versos Documentos Religiosos, Qual a diferença?

o ATTO DI NASCITA e o CERTIFICATO DI BATTESIMO.

Vimos também que se o seu antenato italiano nasceu em um período que já existia o registro civil. Então aqui na Itália, você vai precisar do ATTO DI NASCITA, que será emitido pelo comune (prefeitura).

Por outro lado, caso ele tenha nascido antes da implantação do registro civil. Então você utilizará o CERTIFICATO DI BATTESIMO, que será emitido pelo padre responsável pela igreja onde ele foi batizado.

O ATTO DI NASCITA

A certidão de nascimento italiana é emitida pelo Ufficio di Stato Civile (Departamento de Registro
Civil), que fica dentro do comune (prefeitura).

Quando uma criança nasce aqui na Itália, os pais vão juntos até o comune, apresentam os documentos
que foram emitidos pelo hospital e fazem a “denuncia di nascita” ao Ufficiale di Stato Civile.

O oficial recebe tais informações, efetua todos os procedimentos necessários e no final do processo
emite aos pais o Estratto per Riassunto dell’Atto di Nascita. Que nada mais é do que a certidão
de nascimento do bebê.

O CERTIFICATO DI BATTESIMO

Se o seu antenato nasceu em uma data em que ainda não existia o registro civil. Então o seu documento não estará no comune, mas sim em uma igreja. E, ao invés de solicitar a certidão de nascimento, você deverá solicitar a certidão de batismo dele.

No caso da certidão emitida pela igreja, também existem alguns critérios a serem observados.

1 – A necessidade de constar o nome dos pais é a mesma, portanto verifique sempre se o padre inseriu ambos.

Neste caso, podemos perceber que a partícula “di” foi substituída por “fu”, que tem o mesmo significado.

Porém como exemplo, o padre pode ter colocado o nome do antenato (Zanarello Eugenio), o nome do pai dele (di Catterino) e incluiu ainda o nome do avô dele (fu Eugenio), que não é relevante para o processo de reconhecimento, assim como o nome dos padrinhos.

É normal o padre inserir tais informações, porém basta que constem apenas os nomes dos pais.

2 – Como é um documento religioso, para que ele tenha efeito civil é necessário que a assinatura do padre seja autenticada pela cúria metropolitana a qual a igreja pertence.

Veja se no final do documento, abaixo da assinatura do padre tem outro carimbo e assinatura: é do cancelliere vescovile. Funcionário da cúria responsável por este serviço.

Portanto, verifique sempre se o seu documento consta o que chamamos de “timbro da cúria”, caso contrário ele não terá validade legal.

É importante dizer que algumas cúrias também conservam os livros de batismo. E, neste caso, o registro pode ser emitido diretamente por elas, sem a necessidade de pedir ao padre.

Dessa forma, o documento já vem com a assinatura do próprio cancelliere, sendo igualmente válido para o nosso processo.

Bem, com isso você conheceu um pouco a diferença entre Documentos Civis versos Documentos Religiosos.