As etapas necessárias para o processo de reconhecimento da cidadania italiana.
anúncio

As etapas necessárias para o processo de reconhecimento da cidadania italiana.

As etapas necessárias para o processo de reconhecimento da cidadania italiana.

Observe que as etapas necessárias para o processo de reconhecimento da cidadania italiana são apenas 4 etapas que te separam do seu reconhecimento. Porém, eu não poderia chegar aqui e mentir pra você, dizendo que estas etapas são fáceis.

Quer dizer, tem gente que consegue reunir todos os documentos e completar todas estas etapas em poucas semanas, mas estas pessoas são exceção!

Dentro de cada etapa, existem inúmeros detalhes que podem ter um grau de dificuldade maior ou menor, e que com organização e planejamento, você também conseguirá obter o seu reconhecimento.

Aliás, você lidará com o monstro da burocracia não apenas de um, mas sim de dois países diferentes. E para conseguimos vencer este monstro, só tendo organização, planejamento e paciência.

Se faltar apenas uma destas três coisas, a probabilidade de insucesso é enorme. Porém, a boa notícia é que você não está sozinho.

Muito bem, vejamos então com detalhes cada etapa deste método para que você possa avançar e obter o tão sonhado reconhecimento da sua cidadania italiana.

1- Reunir todos os documentos para comprovação do direito

Antes de mais nada você precisa saber certinho quem era o italiano da família.

Pode ser o nonno, o bisnonno, o trisnonno, etc.

E como você faz isso?

Através de um método simples e eficaz:
RABISCANDO A SUA ÁRVORE GENEALÓGICA!

Quando eu falo sobre a árvore genealógica, muita gente acha que precisa encontrar sites ou softwares avançados, quando na verdade não é necessário nada disso.

Sabe o que você precisa?

Papel, caneta e começar a rabiscar.

Só isso! Basta uma folha de papel, uma caneta (ou lápis) e pode começar a rabiscar. Em poucos minutos você consegue fazer a sua árvore genealógica:

FAZER UMA ÁRVORE GENEALÓGICA

Comece reunindo os seus documentos de trás para frente, iniciando pela sua própria certidão de nascimento. Pegue a sua certidão de nascimento.

Sim, aquela mesma amarelada e empoeirada.

Dá uma olhada nela, ali constam as seguintes informações:

– Seu nome
– O nome dos seus pais
– O nome dos seus avós

OPA! Isso significa que você já consegue preencher as informações pelo menos três retângulos da sua árvore.

Agora vai ficar um pouquinho mais difícil, mas nada impossível, você precisa ter em mãos a certidão do seu pai (ou da sua mãe, caso ela quem te transmita a cidadania italiana).

Com a certidão do seu genitor em mãos, você agora encontrará as seguintes informações contidas nela:
– Nome dos seus pais
– Nome dos seus avós
– Nome dos seus bisavós

Reunindo seus documentos “de trás para frente” ou seja, a partir da sua certidão de nascimento, em pouco tempo você conseguirá ter todas as informações que você precisa da sua linha ascendente.

E não só conseguirá todas as informações dos seus ascendentes, mas também conseguirá uma das informações mais importantes: o nome do italiano, nome dos pais dele e com sorte você encontrará até a data e o local de nascimento.

Mas calma, falaremos sobre a certidão do italiano daqui a pouco.

Depois que conseguir todas as certidões de nascimento dos seus ascendentes, você deverá começar a busca pelas certidões de casamento dos mesmos, seguindo sempre o mesmo critério: começando das mais recentes até as mais antigas.

Um método muito bom quando não se sabe o local do casamento é verificar onde nasceu o filho mais velho, pois geralmente estes filhos nasciam na mesma cidade onde os pais se casavam.

Dica especial: a certidão do casamento

Caso você tenha a certidão de casamento de um ascendente, mas não consegue encontrar a de nascimento dele, tente solicitá-la ao cartório onde foi realizado o casamento.

Trata-se da cópia de todos os documentos que foram apresentados pelos noivos e, com sorte, lá constarão as informações que você procura.

Uma dúvida comum é se as certidões de nascimento ou óbito dos cônjuges são necessárias.

Não.

Para o processo de reconhecimento na Itália, não são necessárias nem as certidões dos cônjuges, nem qualquer outro documento que não sejam as certidões civis de nascimento, casamento e óbito (como por exemplo atestado militar, eleitoral, declaração de solteiro, entre outros).

Portanto, caso você pretenda dar entrada no seu processo diretamente no consulado italiano no Brasil, verifique na página deste consulado se é exigido qualquer documento adicional.

Depois que você conseguir todas as certidões de nascimento e casamento, sua folhinha estará com muita informação importante.

2: Agregar os documentos necessários para a sua prática de reconhecimento

Para o seu processo de reconhecimento, você vai precisar dos seguintes documentos:
– certidões Nascimentos
– certidões casamentos
– certidões óbitos
– certidão negativa de Naturalização

As certidões de nascimento, casamento e óbito você consegue solicitando aos respectivos cartórios brasileiros. Neste caso não existe segredo, certo?

Mas… e em relação à certidão do italiano e essa “Certidão Negativa de Naturalização”?

Vamos começar então pela primeira delas, a seguir no próximo artigo: